1. Home
  2. Noble titles: Marquês

Noble titles: Marquês

Marquês é um título nobiliárquico da Idade Média. O título, de origem germânica (Markgraf), possui variantes em diversas culturas européias.

Na hierarquia titular o termo marquês é introduzido com o imperador Carlos Magno. Os territórios do império que coincidiam com a fronteira eram denominados "marcas", e o responsável pela defesa e administração dessas "marcas" era o margrave. Muito depois, ainda no Sacro Império Romano-Germânico, esses territórios fronteiriços começaram a ser cedidos aos principais condes, passando esses então a marqueses, responsáveis pelos marquesados. Tardiamente, o título passou a não mais ser necessariamente relacionado a um território, tornando-se um posto intermediário na hierarquia nobiliárquica, entre duque e conde. É comumente um título hereditário, que todavia não costuma ter a possibilidade de honras de grandeza.

Em Portugal, o título foi criado no século XV, juntamente com o de duque, visconde e barão, quando deixou de usar-se a tradicional denominação de rico-homem. O primeiro marquês português foi D. Afonso, 1.° duque de Bragança.

No Brasil, a exemplo doutros títulos em seu sistema nobiliárquico, a titulação não estava ligada a um marquesado, sendo mera honraria não-hereditária.

Na Inglaterra, o primeiro marquês foi Robert de Vere, 9.° conde de Oxford. Até o House of Lords Act 1999, aprovado durante a gestão de Tony Blair, o título garantia um assento hereditário na câmara dos lordes.