1. Home
  2. Pesquisa Sobrenome
  3. Resultado da pesquisa
  4. Traço heráldico Montorio

Sobrenome: Montorio

Dossier: 655884
Tipo:Traço heráldico
Uma Traço heráldico é um ponto de partida para pesquisadores e ainda não foi revisada; um Pré-visualização heráldica e genealógica é um dossiê com maior confiabilidade.

Se você comprar um de nossos documentos heráldicos uma nova investigação heráldica completa é realizada por um heraldista experiente.

Língua do texto: Español
Nobreza: Señores - Caballeros - Familia Noble
Nobres na:España (Zaragoza)
O país ou região do dossiê refere-se principalmente aos locais onde a família foi atribuída à nobreza e podem ser diferentes daqueles de residência.

Traço heráldico :
Montorio


Compre um Documento Heráldico com o seu BrasãoCompre um Documento Heráldico com o seu Brasão

Español
Coroa de nobreza MontorioEs originario de la villa de Ambel, partido judicial de Borja (Zaragoza), donde tuvo su casa solar. De esta casa descendió Juan Antonio de M., nacido en la villa de Ambel en 1553. Se sabe que nació en ese año porque el Libro Parroquial de casados, en la partida de su casamiento dice: "Casó en esta villa de Ambel, a los veintitrés años, con doña Juana de Arguedas", a la que hizo madre de Juan de M. y de Arguedas, nacido en la villa de Ambel en 1602. Contrajo matrimonio en 1623 con doña María de Peña y San Juan, naciendo de esta unión Juan de M. y de Peña, nacido en Ambel en 1631. Casó en 1660 con doña María Cruz de Vela, natural de Ambel. Tuvieron varios hijos, y el primero de ellos fué Agustín de M. y de Vela, nacido en Ambel el 28 de Agosto de 1679, que casó con doña Josefa de Morán y de Goya, nacida tamibén en la misma villa en 1683. Procrearon a Dionisio Francisco de M. y de Morán, nacido en Ambel el 10 de Octubre de 1723. Se unió en matrimonio con doña Agueda Jiménez, natural de Cascante (Navarra). Viudo de esta señora, volvió a casar con doña María Benita Malo y de Marcilla, nacida en Villafranca (Navarra), el 21 de Marzo de 1742, y de esta última unión fueron hijos: Cirilo Francisco Javier de M. y Malo, nacido en Cascante el 23 de Marzo de 1772; Tomás Juan de Dios de M. y Malo, natural de Cascante; y Luis Agapito de M. y Malo, que sigue. Este Luis Agapito de M. y Malo, nacido en Castante el 19 de Agosto de 1780, casó con doña Tadea de Roa y de Amatria. ...
Para saber mais

Brasão Montorio

Brasão da família Montorio

Brasão da família Montorio

Verba Volant, Scripta Manent
(As palavras voam, os escritos ficam)
Exemplos de documentos heráldicos
Compre agora um Documento Heráldico Profissional

Não existe futuro sem um passado
Até o seu sobrenome pode passar a História

Compre um DocumentoCompre um Documento

Pesquisa Sobrenome

Como fazer uma pesquisa heráldica preliminar

É possível fazer uma pesquisa preliminar em nosso arquivo. Cerca de 100.000 traços heráldicos, origens de sobrenomes e brasões estão disponíveis gratuitamente. Basta escrever o sobrenome desejado no formulário abaixo e pressionar Enter.



Notas legais

  1. Todo o conteúdo desta página é distribuído sob licença Creative Commons Attribution - Share Alike 3.0 Unported . em palavras simples, você pode copiar, vincular e publicar qualquer página ou imagem com o único aviso para indicar a fonte: heraldrysinstitute.com.

  2. Para pedidos de correções, acréscimos ou publicações de informações heráldicas, escreva-nos um e-mail com o texto e a fonte bibliográfica ou histórica.

  3. O conteúdo mostrado não constitui atribuição de um título nobre e eles não atribuem relações de parentesco entre sobrenomes homônimos; os brasões expostos ou mencionados foram combinados com um apelido ou variante. Esta não é uma pesquisa genealógica.

  4. Uma Traço heráldico é um ponto de partida para pesquisadores e ainda não foi revisada; um Pré-visualização heráldica e genealógica é um dossiê com maior confiabilidade.

    Se você comprar um de nossos documentos heráldicos uma nova investigação heráldica completa é realizada por um heraldista experiente.

  5. As variações de sobrenomes são frequentes e derivam principalmente de atos involuntários, como erros de tradução ou inflexões dialetais, ou de atos voluntários, como tentativas de escapar da perseguição ou aquisição de títulos e propriedades de outras famílias